REVIEW: THE HANDMAID’S TALE – 1ª TEMPORADA

Autora: Laysa

Imagem: Hulu/Divulgação


Lançada em 2017 e tendo atores consagrados como Elisabeth Moss (June Osborne) de Mad Men e o Homem Invisível e Joseph Fiennes (Fred Waterford) de Shakespeare Apaixonado e American Horror Story, The Handmaid’s Tale (O Conto da Aia) é uma distopia que nos apresenta uma realidade opressora nos Estados Unidos, onde o governo foi tomado e é instaurada a República de Gilead.

Em um mundo com problemas de fertilidade onde crianças não nascem mais com tanta frequência, chegando a passar alguns anos sem nascer em algumas cidades. Um grupo de Elite toma o governo e impõe um regime autoritário, baseado na religião e regido pelo antigo testamento. As minorias perdem seus direitos, principalmente as mulheres.

A história é contada pelo ponto de vista de June Osborne, uma mulher fértil que tenta fugir para o Canadá com seu marido e filha, mas são pegos e separados. June vira uma “handmaid” ou “Aia” e é obrigada a ficar na casa dos Waterfords, um comandante da Elite de Gilead, onde uma vez por mês passará por uma cerimônia (estupro) e esperar que isso gere uma gravidez. Caso se concretize, a criança será entregue para a família e ela seguirá para outra casa e tudo se repetirá.


Imagem: Hulu/Divulgação

Na casa dos Waterfords, conhecemos Serena e Fred Waterford, vivendo flashbacks da vida deles antes de Gilead. A primeira temporada discorre sobre o relacionamento entre eles e June, que não é mais June, mas Offred (Of Fred = do Fred), pois até seu nome é renunciado. Em um clima de tensão e agonia a cada episódio, vamos descobrindo como tudo aconteceu, nos aprofundamos no íntimo de cada personagem, conhecendo seus objetivos e ambições e acima de tudo, como vão sobreviver.

Uma realidade distante mas não tanto, o que torna tudo mais intenso. Com olhos para todos os lados e o tempo inteiro sendo observadas, as Aias criam laços, mas é proibido. Quase tudo é proibido. Será que existe alguma forma de escapar? é possível manter a sanidade vivendo de forma tão arcaica e violenta?


Emissora original: Hulu

Streamer: Paramont (Link)

Temporadas: 4 Temporadas

Adaptação de: O Conto da Aia

Produtor(es): Margaret Atwood; Elisabeth Moss

Prêmios: Prêmio Emmy do Primetime: Melhor Série Dramática...

Comentários

  1. To na 3 temporada, amando a serie

    ResponderExcluir
  2. Nossa agora eu quero assistir a serie... Adorei o texto

    ResponderExcluir
  3. O loco, vou ver nesse feriado

    ResponderExcluir

Postar um comentário